Coronavirus - Ensinamentos de Muhammed (PBUH)

A pandemia de COVID-19 está forçando governos e fontes de notícias a fornecer os conselhos mais precisos e úteis para a população mundial, já que a doença é de fato global no que diz respeito ao seu alcance. Os profissionais de saúde estão em alta demanda, assim como os cientistas que estudam a transmissão e o efeito das pandemias.

A pandemia de COVID-19 está forçando governos e fontes de notícias a fornecer os conselhos mais precisos e úteis para a população mundial, já que a doença é de fato global no que diz respeito ao seu alcance. Os profissionais de saúde estão em alta demanda, assim como os cientistas que estudam a transmissão e o efeito das pandemias.

Especialistas como o imunologista Anthony Fauci e o repórter médico Sanjay Gupta estão dizendo que boa higiene e quarentena, ou a prática de se isolar de outras pessoas na esperança de impedir a propagação de doenças contagiosas, são as ferramentas mais eficazes para conter o COVID-19 .

Você sabe quem mais sugeriu uma boa higiene e quarentena durante uma pandemia?

Muhammad, o profeta do Islã, há mais de 1.300 anos.

Embora ele não seja de modo algum um especialista "tradicional" em questões de doenças mortais, Muhammad, no entanto, teve bons conselhos para prevenir e combater um desenvolvimento como o COVID-19.

Muhammad disse: "Se você ouvir um surto de uma epidemia em uma terra, não entre nela; mas se a epidemia surgir em um lugar enquanto estiver nela, não deixe esse lugar".

Ele também disse: "Aqueles com doenças contagiosas devem ser mantidos afastados daqueles que são saudáveis".

Muhammad também encorajou fortemente os seres humanos a aderirem a práticas de higiene que mantém as pessoas protegidas contra infecções. Considere os seguintes hadiths ou ditos do Profeta Muhammad: "A limpeza faz parte da fé".

"Lave as mãos depois de acordar; você não sabe para onde suas mãos se moveram enquanto dormia."

"As bênçãos da comida estão em lavar as mãos antes e depois de comer".

E se alguém ficar doente? Que tipo de conselho Muhammad daria a seus semelhantes que sofrem de dor?

Ele incentivava as pessoas a procurar sempre tratamento e medicamentos: "Faça uso de tratamento médico", disse ele, "pois Deus não fez uma doença sem indicar um remédio para ela, com exceção de uma doença - a velhice".

Talvez o mais importante seja que ele sabia quando equilibrar fé e razão. Nas últimas semanas, alguns chegaram ao ponto de sugerir que a oração seria melhor para afastar você do coronavírus do que seguir as regras básicas de distanciamento social e quarentena. Como o Profeta Muhammad reagiria à idéia da oração como principal - ou única - forma de medicina?

Considere a seguinte história, relacionada a nós pelo estudioso persa do século IX Al-Tirmidhi: Um dia, o Profeta Muhammad notou um beduíno deixando seu camelo sem amarrá-lo. Ele perguntou ao beduíno: "Por que você não amarra seu camelo?" O beduíno respondeu: "Confio em Deus". O Profeta então disse: "Amarre seu camelo primeiro, depois confie em Deus".

Muhammad encorajou as pessoas a buscar orientação em sua religião, mas esperava que elas adotassem medidas de precaução básicas para a estabilidade, segurança e bem-estar de todos.

Em outras palavras, ele esperava que as pessoas usassem seu bom senso.