Sabedoria por trás do Coronavírus

Essa afirmação é um imperativo que veio como uma ordem por parte das pessoas que estão no comando e que tomam as decisões, médicos e equipes de saúde para as pessoas em todo o mundo.

"Fique em casa!"

Essa afirmação é um imperativo que veio como uma ordem por parte das pessoas que estão no comando e que tomam as decisões, médicos e equipes de saúde para as pessoas em todo o mundo.

Logo, o pedido se tornou um importante conselho compartilhado entre as pessoas internacionalmente, à medida que a frase se espalha rapidamente na TV, na Internet, nas mídias sociais e até nos jornais diários.

O que realmente está acontecendo?

É o Coronavírus (Covid19) !!

A transmissão do coronavírus tem sido violenta entre as pessoas entre todos os lugares e internacionalmente.

Assim, a Organização Mundial da Saúde (OMS) a classificou como pandemia global.

O coronavírus afetou mais de 150 países em todo o mundo, começando da China e continuou se espalhando para outras partes do mundo. países como Itália, Irã, Espanha, Alemanha, EUA, França, Coréia do Sul, Reino Unido e alguns outros países da Ásia, Europa e África não são deixados de fora.

Atualmente, os casos de coronavírus atingiram 228.000; ocorreram mais de 9.000 mortes e o número está  aumentando rapidamente.

Curiosamente, esse vírus invisível assustou todos ao redor do mundo.

Ele mudou ainda mais a balança e eliminou todos os assuntos normais da vida diária. Impôs-se às pessoas e desafiou todos os meios necessários para reduzi-la.

Está se espalhando rapidamente, causando paralisia em todas as áreas da vida e forçando muitos países ao redor do mundo a tomar uma série de medidas para reduzir infecções.

Por exemplo, a restrição à circulação foi aplicada; foram impostas restrições aos viajantes; os voos foram suspensos para países que confirmaram casos elevados; os adiamentos e cancelamentos de horários diários têm afetado muitos setores e instituições como escolas, universidades e todos os locais públicos; os cancelamentos de todos os serviços religiosos foram aplicados em todos os países muçulmanos, como fechar mesquitas e cancelar pregação de sexta-feira indefinidamente.

O que me chamou atenção é que o Coronavírus unificou as pessoas e uniu-as sob um guarda-chuva.

Não faz distinção entre as raças; independentemente das diferenças culturais, religiosas, raciais, costumeiras, geográficas e tradicionais, as pessoas hoje são iguais.

Corona afeta o muçulmano, bem como o não-muçulmano; o preto, bem como o branco; o fraco, bem como o forte; os pobres, bem como os ricos; pessoas do “Terceiro Mundo”, bem como as do “Primeiro Mundo”.

Toda a humanidade é igual diante deste vírus invisível; todos eles sofrem a mesma luta.

Além disso, até agora, é difícil encontrar uma vacina. As pessoas são impotentes para parar a propagação do Coronavírus. 

O dinheiro, a força, o status e mesmo avanço tecnológico falharam para conter sua propagação dentro e fora de Wuhan, China. O mundo já foi ameaçado assim? As pessoas não estão seguras.

Os ricos não se beneficiam com o seu dinheiro; os cargos políticos não beneficiam os funcionários políticos; os governantes não se beneficiam das suas autoridades; armas e munições estão nos arsenais. Elas não são úteis nesta guerra. Os médicos são incapacitados, correndo de pilares para postes. Quem vai salvar o nosso mundo? Quem foi oprimido. Como se não bastasse, a vida tornou-se inútil. A confiança entre todos se perdeu, mesmo entre a esposa do marido; entre os pais e seus filhos; entre amigos e amantes. Sem abraço, sem beijo e sem aperto de mão, mesmo entre os membros da família! Parceiros de negócios estão evitando uns aos outros.

Aqui, muitas perguntas podem ser levantadas: Se tal vírus invisível poderia matar milhares de pessoas em um curto espaço de tempo, a vida é realmente garantida? Por que os Coronavírus não lança sobre os ricos? Por que as chamadas grandes nações são tão atingidas?

Se toda a humanidade é impotente, quem é forte? Se os parentes estão evitando um ao outro, para quem devemos ir?

Quem é o Protetor? A vida é valiosa? Se a vida pode ser interrompida de repente e facilmente, qual é o objetivo da existência? Por que este castigo?

Todas essas perguntas são respondidas no Alcorão. Islam, de fato é a plataforma de conhecimento e fatos sobre os segredos desta vida.

No Islam, há apenas um Criador Forte, Deus, que controla o universo e toda a humanidade; Seu tempo nos submetemos a Ele como o Único Deus a ser Adorado; e crer em Seu mensageiro Muhammad (pbuh), como o último profeta para toda a humanidade; e toda a humanidade é criada para ser testada na vida, e em seguida, será retribuída após a morte no

 dia do Julgamento baseado em seus atos.

Baseado nesses três fatos, pretendemos estudar o Coronavírus na perspectiva Islâmica, concentrando-se na sabedoria por trás dele como uma aflição e punição de Deus para a sua criação (servos); o objetivo dessa punição e a solução do Islam para esse vírus.

Em primeiro lugar, Deus pune a Sua criação de tempos em tempos com numerosas calamidades para torná-los conscientes de muitos fatos sobre esta vida. Tais aflições fazem o homem repensar sua relação com Deus.

Além disso, a crise faz a humanidade voltar para o caminho certo e se arrepender para Allah.

Aqui, Deus testa seu povo para arrepender-se e voltar para Ele de uma maneira boa.

Neste contexto Allah diz:“E dividimó-los em comunidades, na terra. Dentre Eles, havia os íntegros e, dentre eles, havia os que eram inferiores a isso. E pusemo-los à prova, com as boas ações e as más ações, para retornarem ao bom caminho [obediência]” (Sagrado Alcorão, 7:168).

Por exemplo, Coronavírus hoje enfatiza que:

Deus, o Criador pode derrotar sua criação facilmente e completamente como e quando quiser.

“Se Ele quisesse, far-vos-ia ir e faria chegar novas criaturas. E isso não é, para Allah, penoso” (Sagrado Alcorão, 35:16-17).

Sem ajuda de Deus as pessoas são impotentes. Este vírus é um forte argumento para indicar a força do Criador e a fraqueza da criação. Ele nos lembra do poder de Deus Todo-Poderoso, e como Ele pode fazer o invisível, e os fracos derrotar os fortes.

“Allah é Quem vos criou de fragilidade, em seguida, fez, depois de fragilidade, força; sem seguida, fez, depois da força, fragilidade e cãs. Ele cria o que Ele quer. Ele é Onisciente, O Onipotente” (Sagrado Alcorão, 30:54).

Deus é o Único Protetor de todos os perigos e calamidades.

As pessoas são fracas e indefesas diantes da vontade de Deus.

“ De Allah é a sabedoria dos céus e da terra e o que há neles. E Ele, sobre todas as cousas, é Onipotente.” (Sagrado Alcorão, 5:120)

A falta de vida é quando a pessoa pode fechar as pálpebras sem piscar, enquanto se afoga em seus prazeres e negligencia o verdadeiro propósito da existência.

Allah diz: “E a embriaguez da morte chegará, com a verdade. Dir-se-á ao moribundo:  “Isso é o de que se arredavas” (Sagrado Alcorão, 50:19).

Deus é o Dono de toda Soberania; Aquele que é realmente digno de ser Adorado. Assim, até que ponto estamos cientes de estarmos comprometidos com Ele?

A mente e a ciência humana permanecerão limitadas. Não importa o quanto a humanidade é experiente e não importa o quanto ele é rico, ele permanece necessitado da ajuda de Deus.

“Allah deseja aliviar-vos as dificuldades. E foi criado frágil o ser humano” ( Sagrado Alcorão, 4:28).

Assim, Todos que sobreviveram a esta aflição devem pensar sobre o significado da vida, o propósito da sua existência para encontrar a verdade.

De repente, as pessoas estão a evitar-se devido a infecção do Coronavírus’. Isso significa que só devemos escapar para Allah, o Único que pode nos fornecer segurança e proteção.

Somente Deus pode suspender essa calamidade e nos fornecer assistência, proteção, recuperação, e ajuda com sua ampla misericórdia. Além disso, tais calamidades geralmente fazem as pessoas pensarem sobre o papel da crença em Deus e da fé na facilitação da vida.

A religião é o modo de vida e “ Na verdade a religião aos olhos de Deus é o Islam” ( Sagrado Alcorão, 3:19).

Islam, na verdade abrange toda a vida humana. Por exemplo, Coronavírus hoje afeta pessoas emocionalmente e psicologicamente, impedindo a tranquilidade e causando sentimentos de medo, pânico, perda de esperança e pessimismo, mesmo antes de ser infectado.

Na verdade, o Islam nos fornece várias soluções para nos manter tranquilizados, seguros e otimistas.

A seguir algumas soluções Islâmicas: 

Lendo o Alcorão e compreendendo sua mensagem profundamente. Allah diz: “E, por certo, a ti [Ó Muhammad], é conferido o Alcorão, da parte de Um Sábio, Onisciente” (Sagrado Alcorão, 27: 6).

Forte crença em Deus Todo-Poderoso, orando a Ele sinceramente, lendo e lembrando permanentemente de manhã e de noite e suplicando a Ele humildemente para tranquilizar e confortar os corações e aliviar as almas.

Neste contexto, Allah diz:  “Os que crêem e cujos os corações se tranquilizam com a lembrança de Allah. Ora é com a lembrança de Allah que os corações se tranquilizam”  (Sagrado Alcorão, 13:28).

O Islam veio para mudar as pessoas das trevas do paganismo para a luz da submissão para Deus. Assim o arrependimento a Deus e submissão de si para Ele cria espaço para a felicidade e aceitação do destino.

Allah diz: “ Dize, “ Não nos alcançará senão o que Allah nos prescreveu. Ele é nosso Protetor. E que os crentes, então, confiem em Allah” (Sagrado Alcorão, 9:51)

Buscando conhecimento e verdade, porque conhecer Allah faz as pessoas perceberem Sua força que podem salvá-los do diabo externo e interno. 

Fortalecendo a fé e Iman, purificando intenções e tendo uma forte crença em relação a Deus Todo-Poderoso e Criador porque  “ Por certo, não se desespera da misericórdia de Allah senão o povo renegador da fé” (Sagrado Alcorão, 12:87)

Acreditar e confiar na capacidade de Deus de curar todos os pacientes;  “ E quando adoeço, é Ele Quem me cura”  (Sagrado Alcorão, 26:80)

Islam é uma religião que gerencia todos os setores da vida. É uma cultura baseada no sistema legal do Alcorão e da Sunna do profeta, Muhammad, que compreende tudo, incluindo a vida individual e da sociedade.

Esta religião procura servir a humanidade e preservar a vida das pessoas. O Islam desenvolve soluções para a gestão de crises na vida, incluindo epidemias e doenças infecciosas. No que diz respeito ao Coronavírus, os médicos estão aconselhando as pessoas a manter as mãos limpas e ficar em casa. Curiosamente, o Islam já exigiu estas medidas desde 1400 anos atrás. Se as pessoas seguirem as instruções Islâmicas e os conselhos relativos a atual crise internacional, o Coronavírus não se propagará nessa extensão.

A seguir estão algumas instruções Islâmicas sobre epidemias:

No que diz respeito à higiene, o Islam coloca práticas propícias para a manutenção da saúde prevenindo doenças, especialmente através da limpeza.

Por exemplo, um Muçulmano deve executar a ablução cinco vezes ao dia antes de cada oração. Muçulmanos fazem ablução voluntariamente, lavar mãos, limpar o nariz e enxaguar cinco vezes ao dia, para que os germes e vírus não fiquem presos e a pessoa permaneça limpa durante todo o dia. Descobrimos que a ablução tem semelhança com que os médicos pedem para se manterem salvos do Coronavírus.

Higiene foi o caminho do profeta, Muhammad (pbuh). Ele usava lavar as mãos antes e depois de comer.

O profeta também seguiu alguma etiqueta durante o espirro, e um deles é estar colocando sua mão ou um pano na boca. Abu Hurayrah relatou: “ Sempre que o Mensageiro de Allah (pbhu) espirrava, ele cobria sua boca com a mão ou um pano.”

O Islam também apontou para a importância de restringir movimento e suspender viagem para país propenso a epidemias. Hoje, médicos reconhecem a importância da quarentena como resultado da ciência e tecnologia. O estranho é que o Mensageiro Muhammad (pbuh), a quem Allah enviou como uma misericórdia para o mundo, aplicou esse método durante os dias de propagação da praga durante o seu tempo desde 1400 anos atrás. Para exemplificar, o profeta Muhammad (paz e bênçãos estejam com ele) disse: ! Se você ouvir falar de um surto de praga em uma terra, não entre nela; mas se a praga irromper em um lugar enquanto você estiver nela, não saia daquele lugar.” (relatado por Bukhari e Muslim.)

Assim, a sabedoria por trás deste flagelo é fazer a humanidade recuperar a consciência fora do significado da vida e do propósito da existência. Tais fatos devem provar que só existe Um Deus, O Criador de toda humanidade que enviou Muhammad, o último profeta com a verdade. Para aqueles que ainda não acreditam, devem reconsiderar suas crenças levando a sérios tais calamidades e considerando profundamente seu ambiente para obter a verdade do Islam.

“ Por certo, Allah ama os que se voltam para Ele, arrependidos, e ama os purificados.” (Sagrado Alcorão, 2:222)